português  inglês

Digite seus dados e avalie seu estado nutricional, sua pressão arterial
e veja os valores de referência dos exames laboratoriais.

Para saber seu estado nutrcional:

  cm
  kg
 

Desnutrição

Atenção! Você deve procurar uma unidade de saúde para receber atendimento especializado o mais rápido possível. Apenas um profissional capacitado poderá lhe dar informações seguras para melhoria da sua saúde.

Baixo peso

Você deve procurar uma unidade de saúde para receber orientação especializada.

Adequado

O seu peso está adequado para sua altura.

Sobrepeso

Você deve procurar uma unidade de saúde para receber orientação especializada.

Obesidade

Atenção! Você deve procurar uma unidade de saúde para receber atendimento especializado. Apenas um profissional capacitado poderá lhe dar informações seguras para melhoria da sua saúde.

« voltar

*As curvas de referência utilizadas para a avaliação do IMC para idade até 19 anos foram as da Organização Mundial de Saúde, de 2007, disponível em: http://www.who.int/growthref/who2007_bmi_for_age/en/index.html.

Para indivíduos com 20 anos ou mais, foram utilizados os pontos de corte da Organização Mundial de Saúde, de 2004 (WHO, World Health Organization. Obesity: Preventing and managing the global epidemic. Report of a WHO consultation on obesity. Geneva, 2004).

Para saber sua pressão arterial:

  cm
  mmHg
  mmHg
 

Pressão Adequada

Sua pressão arterial está adequada para sua idade e sexo.

Pressão arterial limítrofe

Você deve procurar uma unidade de saúde para receber atendimento especializado e fazer outra medida de pressão arterial.

Pressão arterial elevada

Atenção! Você deve procurar uma unidade de saúde para receber atendimento especializado o mais rápido possível.

« voltar

*A curva de referência utilizada para a avaliação da altura para idade até 17 anos foi a do Centro de Controle e Prevenção de Doenças americano (CDC), de 2000, disponível em: http://www.cdc.gov/growthcharts/. As tabelas de classificação de pressão arterial de adolescentes utilizadas foram as do “Quarto Relatório de Diagnóstico, Avaliação e Tratamento da Hipertensão em Crianças e Adolescentes”, de 2004.

Para classificação de indivíduos maiores de 18 anos, foram utilizados os pontos de corte da VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão, de 2010 (Sociedade Brasileira de Cardiologia / Sociedade Brasileira de Hipertensão / Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol 2010; 95(1 supl.1): 1-51

*Valores abaixo de 120 mmHg de pressão sistólica e abaixo de 80 mmHg de pressão diastólica são considerados ótimos.

Exame Desejável Limítrofe* Elevado
Colesterol Total (mg/dL) <150 150-169 ≥ 170
HDL colesterol (mg/dL) ≥ 45 --- ---
LDL colesterol (mg/dL) <100 100-129 ≥130
Triglicerídeos (mg/dL) <100 100-129 ≥ 130
Insulina (mU/L) < 15 15-20 > 20
Glicose (mg/dL) < 100 --- ≥ 100
Hemoglobina Glicada (%) < 5,7 --- ≥ 5,7

*Os valores limítrofes são aqueles que ainda não são considerados elevados, mas que merecem atenção, pois já estão acima dos valores normais.

Veja abaixo o que significa cada um dos exames de sangue:

Colesterol Total

O colesterol é um composto químico essencial à vida. É produzido pelo fígado na maior parte que o organismo necessita, com o restante adquirido através dos alimentos ingeridos. Tanto as taxas de colesterol muito altas quanto as muito baixas são perigosas à saúde.

LDL- colesterol

O LDL-colesterol (o “mau colesterol”) fixa-se nas paredes das artérias quando em excesso no organismo, entupindo-as, ocasionando os ataques cardíacos ou infartos. Pode ser calculado segundo a fórmula abaixo.

LDL = (colesterol total – HDL) – triglicerídeos/5

HDL- colesterol

O HDL-colesterol (o “bom colesterol”) faz o papel contrário, extraindo o colesterol das paredes das artérias, devolvendo-o ao fígado para ser eliminado. O fumo diminui os níveis de HDL, enquanto o exercício físico aumenta.

Triglicerídeos

Os triglicerídeos são a principal gordura originada da alimentação, mas podem ser produzidos pelo corpo. A ingestão de gordura, doces e álcool pode elevar os triglicerídeos.

Insulina

A insulina é produzida no pâncreas pelas chamadas células beta. A função principal da insulina é promover a entrada de glicose nas células do organismo, para ser aproveitada como combustível para as diversas atividades do corpo. A falta de insulina ou um defeito na sua ação resulta em acúmulo de glicose no sangue, podendo levar ao diabetes.

Glicose

A glicose é um açúcar que surge da digestão dos carboidratos contidos em diversos alimentos, principalmente, pães, massas, bolos, doces e refrigerantes. A hiperglicemia é o aumento excessivo da glicose no sangue. O diabetes surge quando a hiperglicemia é intensa e mantida, causando lesões na circulação sanguínea e com isto prejudicando o funcionamento do coração, rins, olhos e nervos. A hipoglicemia é o baixo nível de glicose no sangue, podendo causar sonolência, transpiração excessiva, tremores e dor de cabeça. Surge principalmente pela falta de ingestão de alimentos por períodos prolongados. Também pode ser causada pelo excesso de álcool, por alguns medicamentos e por doenças.

Hemoglobina Glicada

A hemoglobina glicada é uma porção da hemoglobina presente nas hemácias (glóbulos vermelhos do sangue) que se liga permanentemente à glicose. Com isto ela pode indicar a glicose média de uma pessoa nos 2-3 meses anteriores ao exame.

Esses dados se aplicam para adolescentes de 10-19 anos

  • Apoio:
Free Web Counter